Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Seminário discute fascismo e direitos humanos
Início do conteúdo da página Notícias

Seminário discute fascismo e direitos humanos

O evento foi organizado pelo  Núcleo de estudos e pesquisas sobre diversidades, diferenças socioculturais e direitos humanos  
  • Assessoria de Comunicação com informação do Campus
  • publicado 22/11/2018 19h19
  • última modificação 22/11/2018 19h19

Fomentar a prática social e educativa de construção de uma cultura para os direitos humanos pelo reconhecimento das diferenças e das diversidade. Esse foi o objetivo do seminário promovido, entre os dias 8 e 10 de novembro no Campus Araioses, pelo Núcleo de estudos e pesquisas sobre diversidades, diferenças socioculturais e direitos humanos (NEPIDD).

 

A programação contou com cine debates, mesas-redondas, oficinas e apresentações culturais e de trabalhos desenvolvidos pelos estudantes do curso de Educação em Direitos Humanos, iniciado em agosto desse ano. A ação se aglutina com o aniversário de setenta anos da adoção da Declaração Universal dos Direitos Humanos pela Organização das Nações Unidas.

 

Segundo os organizadores, o evento abordou o tema do fascismo e o cenário de crise política, social e moral no país. “Em tempos sombrios e de escalada global de discursos e práticas neonazifascistas, o seminário é uma tentativa de conscientizar e fomentar uma cultura para os direitos humanos”, afirmou o prof. Fabrício Sampaio, coordenador do NEPIDD. Para Sampaio, talvez essa seja uma das ferramentas mais importantes “para enfrentar as práticas sociais de violação e exclusão social de determinados corpos e subjetividades”.

 

“O evento foi extremamente proveitoso, com auditório cheio e participação ativa”, avaliou a profª Isa Marília, da comissão organizadora. “As oficinas e discussões foram muito frutíferas e houve depoimentos emocionantes”, complementou.

 

O núcleo de pesquisa aglutina professores do Campus Araioses das diversas áreas científicas tendo os direitos humanos como objeto transversal.  A comissão responsável pelo evento também foi integrada pelos professores Franck Ronyelle Lima, José Pereira e Joelma do Santos.

 

registrado em:
Assunto(s): Direitos Humanos , Fascismo , NEPIDD
Fim do conteúdo da página